Eis o Cordeiro de Deus.




Eis o Cordeiro de Deus…

“Deus proverá para si o cordeiro”.

Essa foi a resposta de Abraão a Isaque. Naquele dia o filho foi poupado e o cordeiro morreu em seu lugar. No getsêmani o Filho foi entregue por nós. Anos antes João Batista ao ver Jesus fez a seguinte afirmação:

“- Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.” João 1:29 

Aproxima-se o domingo de Páscoa. Mais o que isso significa? Você percebe que durante toda história Deus fez alianças com vários homens, mas todos falharam. Todos pecaram e destituídos estavam da Glória de Deus. Para algumas pessoas isso aparenta que no decorrer da história os planos de Deus sempre foram frustrados e Ele para corrigir os “contratempos”, buscava novas alianças, até que em Jesus estabeleceu uma nova e eterna aliança.

Mas não é isso que a Bíblia nos ensina. No livro de Apocalipse 13:8 está escrito:

“- O Cordeiro que foi morto antes da fundação do mundo”.

O texto fala obviamente de Jesus. Então o que significa “morto antes da fundação do mundo”? Isso indica que Deus em sua presciência sabia que o homem iria falhar e de antemão elaborou um plano de salvação da humanidade. Isso fica evidenciado pelo seguinte texto:

“- Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado, O qual, na verdade, em outro tempo foi conhecido, antes da fundação do mundo, mas manifestado nestes últimos tempos por amor de vós.” 1Pe 1:19-20 

Graças a Deus hoje temos essa firme esperança. Para além de um líder, que morreu por uma causa, ou para fundar uma religião, Jesus é a maior expressão de amor existente. Ele é o Rei dos Reis, que morreu, mas ressuscitou. Nunca haverá ninguém como Ele. Aqueles que se apegam ao Mestre receberão dEle graça e misericórdia.

Voltemos pois ao verdadeiro significado dessa data. Voltemos aos pés da cruz.




Tags:


Sobre o autor



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Back to Top ↑